Motivos desmotivados

I wish my dreams were reality.

Passando os meus dias à deriva, me deixando levar pela brisa que entra pela janela, mas que não me refresca. Fechei as persianas, mas o sol entrou mesmo assim. Não para me esquentar, mas para me abafar. Não sei que dia é hoje, e não me importa. Não quero que fique registrado o dia em que fiquei tão melancólica. Tenho muitas dúvidas, mas não me importa.

Sabe o que eu faço para melhorar? Vou no mercadinho do seu Bené e gasto todos os meus trocados em bombom Prestígio, que é a coisa mais doce que eu vou conseguir provar agora. Não me venha falar de motivos, meus motivos são todos desmotivados. Só quero ficar aqui. Deitada à meia-luz da minha cama fria, esperando por alguma coisa nesse estado sonolento em que o sonho aos poucos se torna a minha própria realidade.

Quero olhar o pôr-do-sol de cada dia como se fosse o primeiro, mas não quero reagir a ele. Estou exausta. De viver, de ir em busca do que a vida tem para me tirar e de encontrar desencontros. Não quero encontrar quem me faz perder. Não quero ter o trabalho de fazer dieta, acordar cedo, fazer amizades, ir à lugares interessantes, procurar emprego, me arrumar, conhecer homens, ser culta, ver os filmes do Oscar, do Kubrick, do Godart, ter opinião formada ou aprender a cozinhar. Tudo isso me cansa. Eu estou exausta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s